Curso garante inclusão social de surdos através da natação – Alagoas

Pais, alunos portadores de necessidades especiais auditivas da rede estadual de ensino, intérpretes e professores se reúnem nesta quarta-feira (22), no auditório do Estádio Rei Pelé, às 9h, para dar início ao Curso Intensivo de Natação para Surdos, promovido pelo Programa de Educação Especial da Secretaria Executiva de Educação, em parceria com a Secretaria de Esporte e Lazer. O curso visa desenvolver o aprendizado da natação e preparar os alunos para participar de competições, estimulando dessa forma o processo de inclusão social.

Pais, alunos portadores de necessidades especiais auditivas da rede estadual de ensino, intérpretes e professores se reúnem amanhã, no auditório do Estádio Rei Pelé, às 9h, para dar início ao Curso Intensivo de Natação para Surdos, promovido pelo Programa de Educação Especial da Secretaria Executiva de Educação, em parceria com a Secretaria de Esporte e Lazer. O curso visa desenvolver o aprendizado da natação e preparar os alunos para participar de competições, estimulando dessa forma o processo de inclusão social.

Esta iniciativa faz parte do projeto “O Esporte Superado Limites – Natação para Pessoas com Necessidades Especiais”. Na reunião serão apresentadas as propostas do curso, com o objetivo de esclarecer pais e alunos quanto ao andamento do programa. Inicialmente serão beneficiados 20 alunos.

Segundo a gerente do programa, Joelina Cerqueira, o curso de natação vem incentivar esses jovens à prática do esporte e sua inserção na sociedade, no que diz respeito à cidadania e ao desenvolvimento educacional. “O surdo possui um lado muito introspectivo e, por meio da prática do esporte, podemos criar um processo de comunicação que vai implicar numa melhor qualidade de vida”, explica Joelina.

Para o professor de natação Higino José dos Santos, esse é o momento da consolidação do esporte amador. “É uma oportunidade para os jovens portadores de necessidades especiais auditivas desenvolverem um trabalho que lhes ofereça uma perspectiva de atingirem seus objetivos. Por meio do esporte aumentam as possibilidades de um futuro promissor para estes jovens, que poderão se tornar competidores profissionais”, ressalta Higino.

Atividades – As aulas serão realizadas no Clube dos Sargentos Oficiais, no bairro do Trapiche, e terão o acompanhamento de um intérprete da Secretaria de Educação. A partir de segunda-feira (27), os alunos irão passar por uma avaliação, que definirá o nível dos alunos para a prática do esporte.

O curso é dividido em três momentos. Na primeira etapa, que vai de julho a dezembro, serão desenvolvidas duas aulas por semana, com aulas práticas e teóricas. Haverá também palestras com salva-vidas e com o Corpo de Bombeiros, além de toda explicação teórica da natação. A cada oito aulas serão feitas avaliações para acompanhar o desenvolvimento dos alunos.

O professor Higino dos Anjos explica que os alunos vão aprender as quatro modalidades do esporte: os nados borboleta, peito, costas e craw. Na segunda etapa, a meta é ampliar o número de vagas e, no último momento, inscrever os alunos em competições de circuito nacional. Ao final das aulas, os jovens irão receber certificado que os credencia a dar continuidade à prática do esporte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.