Líder do PSDB repudia crítica de Lula ao Congresso – Alagoas

O líder do PSDB, deputado Alberto Goldman (SP), criticou o presidente Lula por ter dito hoje, em Luziânia (GO), que a crise política provocada pelas denúncias sobre o suposto “mensalão” – que parlamentares teriam recebido para votar a favor do governo – é um problema apenas do Congresso Nacional. “O pólo ativo da corrupção está no governo. Não adianta o presidente querer jogar sobre o Congresso toda a responsabilidade, pois ele tem a obrigação de procurar, dentro do governo, os agentes ativos da corrupção”, afirmou. Segundo o deputado, o presidente Lula deveria ter mais humildade, patriotismo e espírito público, pois não haverá estabilidade política se o Congresso não for respeitado.

O líder do PSDB, deputado Alberto Goldman (SP), criticou o presidente Lula por ter dito hoje, em Luziânia (GO), que a crise política provocada pelas denúncias sobre o suposto “mensalão” – que parlamentares teriam recebido para votar a favor do governo – é um problema apenas do Congresso Nacional. “O pólo ativo da corrupção está no governo. Não adianta o presidente querer jogar sobre o Congresso toda a responsabilidade, pois ele tem a obrigação de procurar, dentro do governo, os agentes ativos da corrupção”, afirmou. Segundo o deputado, o presidente Lula deveria ter mais humildade, patriotismo e espírito público, pois não haverá estabilidade política se o Congresso não for respeitado.

Conspiração Goldman também rebateu a afirmação de Lula de que a oposição não sabe com quem está lidando. “Sei perfeitamente com quem estou lidando. Já enfrentei gente muito mais complicada do que Lula neste País e não vou recuar agora”, disse o líder do PSDB. O deputado contestou a declaração do Presidente da República de que “as classes dominantes, as elites e as oposições” estariam conspirando para derrubar seu governo. “Os maiores aliados deste governo são justamente as elites dominantes. O sistema financeiro, por exemplo, vem tendo os maiores lucros da sua história”, ressaltou Goldman.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.