NOTÍCIAS

Escola de Formação da GCM de Sorocaba gradua 38 novos guardas para atuação em cidades da região – Noticias

 

Fotos: GCM

Por: Eduardo Santinon

 

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Segurança Urbana (Sesu) e da Escola de Formação, Aperfeiçoamento e Especialização (Efae) da Guarda Civil Municipal (GCM) de Sorocaba, graduou 38 guardas civil que vão atuam em quatro cidades da Região Metropolitana: Pilar do Sul, Capela do Alto, Salto de Pirapora e Iperó. A solenidade de formatura ocorreu na última semana, no auditório do Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS).

As aulas do curso de formação, mediante convênio assinado com as Prefeituras dessas localidades, teve início em 5 de junho deste ano e terminaram no último dia 1 de dezembro.  Foram 800 horas de aulas, ao longo de seis meses de ensinamento técnico-profissional, necessário ao exercício do ofício de guarda civil, seguindo matriz curricular da Secretaria Nacional de Segurança Pública, para formação básica em Segurança Pública para Guardas Municipais.

“Sorocaba é referência na Região Metropolitana, também em termos de formação de GCMs. Tenho certeza que cada um desses novos guardas municipais farão a diferença no dia a dia, em seus respectivos municípios, garantindo a preservação do patrimônio público e a segurança da população local. Todos os envolvidos, assim como os formandos, merecem o nosso reconhecimento e estão de parabéns!”, destacou  o secretário da Sesu de Sorocaba, Alexandre Caixeiro.

Também participaram do evento o deputado federal Coronel Telhada; o deputado estadual Danilo Balas; os prefeitos Matheus Marum (Salto de Pirapora) e Pericles Gonçalves (Capela do Alto); o Comandante do 7º Batalhão da Polícia Militar do Interior, Tenente-Coronel Sidney Vieira; o delegado Seccional de Polícia de Sorocaba, José Humberto Urban Filho; o delegado de polícia Luiz Lara, representando o Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior  7 (Deinter-7); O Capitão-Tenente Muniz, do Centro Experimental Aramar; o Capitão PM Gutierrez, do Comando de Policiamento do Interior 7 (CPI-7); o subtenente Magnaldo Lima Barbosa, do Tiro de Guerra de Sorocaba; o Comandante-Geral da GCM de Sorocaba, Davi Dutra; Juliana Neves, vice-presidente do Conselho de Segurança (Conseg) Norte Sorocaba; Vera Helena Oliva de Moraes, presidente do Conseg Leste/Oeste Sorocaba; vereadores da região; representantes das GCMs, formandos, padrinhos, amigos e instrutores da Efae.

Durante o treinamento, os GCMS recém-formados participaram, inclusive, de estágio em plantões de polícia e atuaram em eventos no município de Sorocaba, como a Festa Junina Beneficente e o Dia das Crianças, sempre supervisionados por instrutores, a fim de colocar em prática os ensinamentos adquiridos em sala de aula.

O efetivo foi atualizado em matérias de legislação, administrativa, operacional e de táticas especializadas, inclusive com ênfase em novas tecnologias, como: estatística e mapeamento estratégico; registro eletrônico de ocorrências; monitoramento de viaturas por Sistema de Posicionamento Global – GPS, operação de câmeras de videomonitoramento; monitoramento das instalações e prédios públicos, assim como de casos recebidos via aplicativos de segurança.

A Efae adota um modelo moderno de ensino em Polícia Administrativa de Aproximação e Proteção Comunitária, com corpo docente composto por instrutores próprios e convidados, cada qual com excelência de conhecimento e notório saber na disciplina que ministra. A unidade opera na Rua Gustavo Ângelo Alvarenga, 634, Jardim Ana Maria, espaço que foi totalmente revitalizado, neste ano, e que conta com instalações modernas e adequadas para o treinamento de guardas civis municipais de Sorocaba e região.

“O que buscamos é a padronização na formação da Guarda, sendo que os instrutores são agentes multiplicadores das novas realidades técnicas em se fazer segurança pública, voltada à proteção municipal. A cooperação mútua e a troca de experiências entre as GCMs e outras forças de segurança pública também são fundamentais nessa capacitação, sempre de maneira integrada”, aponta o Comandante-Geral da GCM de Sorocaba, Davi Dutra.

Segundo o regimento interno da GCM, é principio fundamental da Efae, dentre outros, a formação acadêmica com primazia e zelo, além do berço da boa e ilibada norma de conduta da Corporação. A Efae começou em 2003, como escola de formação, mas, antes disso, já atuava como Núcleo de Capacitação Técnica. Agora, estabelece-se como verdadeira Academia Metropolitana de Guardas Civis, conveniada à Polícia Federal e com respaldo de todas as demais forças policiais.